19665164_1441853172546551_8987980319940581088_n

Presidente da ADJogosRS participa de evento da SUCESU-RS

A SUCEUS-RS, Associação dos Usuários de Informática e Telecomunicações do RS que faz parte da rede nacional que constitui a única entidade que cuida exclusivamente dos interesses dos usuários corporativos de TIC, realizou na última quinta-feira (06) o Seminário Gestores de TIC. A programação debateu a tecnologia a favor dos negócios, seus desafios e perspectivas. Durante o evento, o Presidente da ADJogosRS, Carlos Idiart, palestrou sobre o mercado de jogos.

“Eu me preocupo muito com o que está acontecendo com os desejos da humanidade, e os jogos tem muito disso”, destacou Idiart em sua fala inicial. Carlos apresentou os novos tipos de linguagens de novos tipos de mídia, e como as inovações tecnologias atuais tentam aproximar cada vez mais as pessoas do mundo real. Ele salientou wearables, como Google Glass, cujo o grande objetivo é trazer as pessoas de volta para a vida externa, algo que ele colocou em oposição ao conceito do Black Mirror. “As pessoas estão sentindo falta do tempo analógico”, disse.

Carlos também apresentou algumas mudanças no que diz respeito ao perfil dos consumidores, como por exemplo o poder de multidão. “Antes, as indústrias mandavam, hoje são as pessoas que ditam aquilo que elas querem”, explicou Carlos. O Presidente da ADJogosRS mostrou alguns exemplos de compradores, como os Presumers, pessoas que consomem produtos antes deles serem produzidos e financiam os projetos através de plataformas como o KickStarter, os Custowners, que são consumidores que fazem parte do processo, muitas vezes sendo donas de uma fatia minúscula da empresa, e a Cocriação, que é focada na ideia de várias pessoas participando do projeto criativo.

Idiart também salientou que, atualmente, vivemos uma “crise de criatividade” em diversos os mercados. “Parece que somos criativos, mas apenas estamos copiando coisas que já existem. O setor de TI está sendo muito afetado por este comportamento”, explicou para destacar que o profissional criativo está muito mais valorizado no mercado atual. Para isso foram apresentados alguns exemplos de comportamento importantes, como o fato de criar produtos que não percam utilidade quando terminam, mundo hiperconectado e também o conceito de “transparência”, que baseia-se na ideia de que está cada vez mais difícil enganar o seu público alvo.

A conexão da análise de mercado proposta do Carlos serviu para introduzir o tema dos Games na palestra, algo que foge a realidade dos presentes em eventos da SUCESU-RS. “Sempre pensamos em games como entretenimento, mas temos diversos exemplos que fogem a regra”, destacou ao comentar sobre Advergames, gameficação, serious games, Playfull Learning entre outros conceitos que aproximam as realidades de empresas desenvolvedoras de jogos, e empresas que trabalham com TI. “Muitos investidores não conseguem entender que os jogos permeiam outras áreas da tecnologia”, destacou Carlos o explicar a criação da ADJogosRS.

“Por trás dos jogos digitais nós temos desenvolvedores de alto nível, temos um profissional que faz tudo no projeto. Quando trazemos um desenvolvedor de games podemos até pensar que não é muito a realidade do mercado de TI, mas cada vez mais teremos essa ruptura digital e as realidades vão fazer parte. Esse conhecimento trazido pelo Carlos é muito importante, achei muito interessante”, destacou Daniel Scherer, Presidente da SUCESU-RS. “Não podemos mais fazer um processo e seguir o plano, temos sempre que pensar diferente e temos que trazer para nossos eventos pessoas que pensam diferente, mas que trabalham com desenvolvimento como nós”, concluiu.