maxresdefault

ADJogosRS foi referência como entidade no BIG Festival 2017

Com uma delegação de 20 pessoas, sendo 19 empresas gaúchas de games, a ADjogosRS voltou de mais uma edição do Brazil’s Independent Games Festival – BIG Festival, que ocorreu de 24 de junho e 2 de Julho, em São Paulo, com a mala cheia de novidades. Ivan Sendin, diretor executivo, conta que o resultado do networking, reuniões e palestras fez a associação tonar-se referência para grupos de outros estados. Reuniões com a Abragames, FINEP, ANCINE e associação latino americana também aproximaram os empreendedores gaúchos de bons projetos.

“Tivemos boas reuniões em que debatemos a ideia de que as regiões comecem a se organizar, e neste aspecto a ADjogosRS foi modelo para os outros estados”, explica Ivan. O resultado disso é que agora a associação está oferecendo consultoria e suporte para que outros sete grupos em regiões do país possam se organizar, à exemplo do que acontece no Rio Grande do Sul.

Ivan destaca que diversas empresas associadas saíram do evento com boas negociações, tanto para a publicação de jogos como parcerias comerciais. A ADJogosRS também participou de importantes conversas com a ANCINE e FINEP, debatendo editais para o setor. “Colocamos os nossos pontos de vista com o objetivo de fortalecer e refinar ainda mais os novos editais, para que eles se aproximem cada vez mais das realidades do mercado”, explicou Ivan. Demais associações regionais também participaram das reuniões, para que futuros editais estejam cada vez mais alinhados com as empresas interessadas.

“O BIG foi um excelente evento. Estamos nos organizando para que tenhamos uma delegação ainda maior no próximo ano. Agora temos que estudar os próximos passos a serem tomados”, conclui Ivan.

LOGO-AD-JOGOSRS---FINAL

Associadas à ADjogoRS têm descontos em eventos nacionais e internacionais

O ano de 2017 vem sendo de reestruturação de processos internos na ADjogoRS, com o objetivo principal  de oferecer melhores oportunidades de desenvolvimento para as empresas associadas em termos de negócios, networking, treinamentos e maturidade empresarial. No primeiro semestre, as empresas puderam participar dos principais eventos nacionais de games como BIG e BGS, em São Paulo, com subsídios. E para o segundo semestre já estão previstos dois eventos internacionais no Uruguai e Argentina, além do SB Games, em Curitiba.

Os descontos de 50% na participação para eventos nacionais e 30% nos eventos internacionais em passagem, hospedagem e estande são parte da parceria da entidade com o Sebrae/RS, que este ano também evoluiu para a oferta de mentorias para as empresas nas áreas de negócio e administrativa.

“No início do ano a associação se autoavaliou e começou uma reestruturação com processos e métodos. O resultado disso é que hoje conseguimos reconhecer em que nível estão as empresas associadas e com isso mensurar as melhores ações e projetos para cada uma delas”, explica Ivan Sendin, diretor executivo. Ele destaca ainda que isso faz com que as empresas também estejam mais próximas da entidade, saibam dos projetos em andamento e possam cobrar da diretoria que os projetos sejam executados para o benefício delas.

Outra novidade para o segundo semestre são as mentorias especificas para os eventos internacionais, para que os empreendedores possam aproveitar melhor as oportunidades.  “Vamos trazer gente forte do mercado para conversar com as empresas”, conta Ivan. Os eventos previstos são o EVA, dias 27 a 28 de outubro, na Argentina e o Level UY, dias 6 e 7 de dezembro, no Uruguai, além da SB Games, de 2 a 4 de novembro, em Curitiba.

“Hoje os benefícios de entrar na associação, além de todo o networking é poder estar nesses eventos com descontos e ter acesso ao trabalho de orientação, de acordo com seu porte e perfil de negócio”, conclui Ivan. Para 2018, o objetivo é ampliar ainda mais as oportunidades para eventos nacionais e internacionais, além das mentorias.

19665164_1441853172546551_8987980319940581088_n

Presidente da ADJogosRS participa de evento da SUCESU-RS

A SUCEUS-RS, Associação dos Usuários de Informática e Telecomunicações do RS que faz parte da rede nacional que constitui a única entidade que cuida exclusivamente dos interesses dos usuários corporativos de TIC, realizou na última quinta-feira (06) o Seminário Gestores de TIC. A programação debateu a tecnologia a favor dos negócios, seus desafios e perspectivas. Durante o evento, o Presidente da ADJogosRS, Carlos Idiart, palestrou sobre o mercado de jogos.

“Eu me preocupo muito com o que está acontecendo com os desejos da humanidade, e os jogos tem muito disso”, destacou Idiart em sua fala inicial. Carlos apresentou os novos tipos de linguagens de novos tipos de mídia, e como as inovações tecnologias atuais tentam aproximar cada vez mais as pessoas do mundo real. Ele salientou wearables, como Google Glass, cujo o grande objetivo é trazer as pessoas de volta para a vida externa, algo que ele colocou em oposição ao conceito do Black Mirror. “As pessoas estão sentindo falta do tempo analógico”, disse.

Carlos também apresentou algumas mudanças no que diz respeito ao perfil dos consumidores, como por exemplo o poder de multidão. “Antes, as indústrias mandavam, hoje são as pessoas que ditam aquilo que elas querem”, explicou Carlos. O Presidente da ADJogosRS mostrou alguns exemplos de compradores, como os Presumers, pessoas que consomem produtos antes deles serem produzidos e financiam os projetos através de plataformas como o KickStarter, os Custowners, que são consumidores que fazem parte do processo, muitas vezes sendo donas de uma fatia minúscula da empresa, e a Cocriação, que é focada na ideia de várias pessoas participando do projeto criativo.

Idiart também salientou que, atualmente, vivemos uma “crise de criatividade” em diversos os mercados. “Parece que somos criativos, mas apenas estamos copiando coisas que já existem. O setor de TI está sendo muito afetado por este comportamento”, explicou para destacar que o profissional criativo está muito mais valorizado no mercado atual. Para isso foram apresentados alguns exemplos de comportamento importantes, como o fato de criar produtos que não percam utilidade quando terminam, mundo hiperconectado e também o conceito de “transparência”, que baseia-se na ideia de que está cada vez mais difícil enganar o seu público alvo.

A conexão da análise de mercado proposta do Carlos serviu para introduzir o tema dos Games na palestra, algo que foge a realidade dos presentes em eventos da SUCESU-RS. “Sempre pensamos em games como entretenimento, mas temos diversos exemplos que fogem a regra”, destacou ao comentar sobre Advergames, gameficação, serious games, Playfull Learning entre outros conceitos que aproximam as realidades de empresas desenvolvedoras de jogos, e empresas que trabalham com TI. “Muitos investidores não conseguem entender que os jogos permeiam outras áreas da tecnologia”, destacou Carlos o explicar a criação da ADJogosRS.

“Por trás dos jogos digitais nós temos desenvolvedores de alto nível, temos um profissional que faz tudo no projeto. Quando trazemos um desenvolvedor de games podemos até pensar que não é muito a realidade do mercado de TI, mas cada vez mais teremos essa ruptura digital e as realidades vão fazer parte. Esse conhecimento trazido pelo Carlos é muito importante, achei muito interessante”, destacou Daniel Scherer, Presidente da SUCESU-RS. “Não podemos mais fazer um processo e seguir o plano, temos sempre que pensar diferente e temos que trazer para nossos eventos pessoas que pensam diferente, mas que trabalham com desenvolvimento como nós”, concluiu.

19437625_1573174299400846_4280101809679411617_n

Empresas associadas participam de palestras e painéis no BIG Festival; Confira horários

O BIG Festival 2017 teve inicio no último dia 24 de Junho, em São Paulo. A variada programação do evento contará com diversas palestras e painéis com a participação de empresas associadas da ADJogosRS.

Na próxima terça-feira (27), a partir das 10h30, acontece o painel BIG Ventures: O que aprendi sobre Pitches nos Programas de Aceleração Internacionais, com participação de Orlando Fonseca, da Imgnation, e João Vitor de Souza, da Cupcake. Na quinta-feira (29), a partir das 11h, acontece o painel “Meu Dev Kit ficou preso na alfândega. O que devo fazer agora?”, com participação da Imgnation.

Na sexta-feira (30) é a vez do painel BIG Ventures: Tipos de Aceleradoras e Investidores, ministrado por João Vitor de Souza, da Cupcake, a partir das 11h. No mesmo dia, às 14h30, acontece o Painel Cases de Sucesso: Empresas brasileiras que Desenvolvem VR/AR, ministrada pela Imgnation. Também no dia 30, às 16h, acontece a palestra Monetização para Mobile: O que há de novo no mercado?, ministrada por Gabriel Strummer, da Cupcake

O BIG Festival vai até o dia 2 de Julho, no Centro Cultural São Paulo.

_DSC1207

ADJogosRS exalta participação na Fenadoce 2017

A ADJogosRS esteve presente na cidade de Pelotas, no sul do estado, durante os dias 17 e 18 de junho. A comitiva participou dos dois últimos dias da Fenadoce, feira que atrai milhares de visitantes ao Centro de Eventos da cidade. Além de exaltar as tradições histórias, o evento possui uma espaço dedicado para a cultura pop e games, o Espaço Wombo Combo.

Sete empresas Associadas fizeram parte da visita: Epopeia Canvas, Mindtrick, IzyPlay, Utopia, Gênio Quiz e Hermit Crab. Além de visitar o espaço e divulgar os trabalhos das empresas, a ADJogosRS foi responsável por diversas palestras no último final de semana da Fenadoce, detalhando diversos processos da criação de jogos e das rotinas de trabalho de cada desenvolvedora.

“A Fenadoce foi uma experiência muito boa, melhor do que imaginávamos”, destacou o diretor executivo da ADJogosRS, Ivan Sendin. “O evento estava muito bem ambientado, essa foi a primeira feira que participamos que conseguiu captar a identidade dos gamers”, explicou Sendin. Em relação a experiência, Ivan destacou que as empresas tiveram um excelente feedback com os jogos que foram expostos ao público e que a Associação já está estudando ideias para 2018.

A participação da ADJogosRS na Fenadoce foi destaque em reportagem do Bom Dia Rio Grande, exibido na RBS TV na segunda-feira, 19 de junho: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/bom-dia-rio-grande/videos/t/edicoes/v/com-mais-de-22-milhoes-de-doces-vendidos-em-pelotas-fenadoce-supera-expectativas/5948797/ 

Foto: Nauro Júnior

maxresdefault

Empresas associadas à ADJogosRS participarão do BIG Festival, em São Paulo

A Associação de Desenvolvedores de Jogos Digitais do Rio Grande do Sul – ADJogosRS – estará representando o Rio Grande do Sul com 19 empresas de games gaúchas associadas, no BIG Festival 2017, encontro internacional de desenvolvedores de jogos, entre os dias 24 de junho e 2 de julho, em São Paulo. Além de estarem na área de exposição, as empresa vão em busca de  negociações no matchmaking promovido junto ao encontro e duas estão concorrendo a premiações como BIG Starter, Melhor Jogos Brasileiro e Melhor Gameplay.

Entre as empresas participantes está a Epopeia, que levará ao BIG o seu novo game “IN”. O jogo, que será exposto no espaço da indústria de jogos, é um puzzle imersivo com plataforma e física, onde o jogador assume o papel de uma entidade que, para atingir o objetivo no jogo, precisa controlar vários objetos e superar desafios propostos.

Além das exposições e oportunidades de contato, o BIG Festival possui uma série de prêmios para os desenvolvedores, como é o caso do BIG Starter, categoria vencida pelos gaúchos da Imgnation em 2016. Em 2017 a esperança está com a 40 Giants Entertainment, que concorre na categoria com o game “The Last Princess”, produzido em parceria com a Jambô Editora. O jogo, de estratégia, é baseado no conhecido universo de Tormenta RPG, com batalhas em turnos e onde cada decisão do jogador pode alterar os rumos da história.

“É uma oportunidade única para nós termos sido indicados para a final do BIG Starter, primeiro por estarmos ao lado de diversos projetos de excelente qualidade e, segundo, pela grande visibilidade que o projeto receberá”, destacou Edh Müller, responsável pelo projeto da 40 Giants.

“Acreditamos que iniciativas como essa são fundamentais para o desenvolvimento da nossa indústria, e prometemos dar o nosso melhor na final”, concluiu Müller. Outra empresa gaúcha, a Rockhead, estará participando da competição nas categorias “Melhor Jogo Brasileiro” e “Melhor Gameplay”, com Starlit Archery Club.

As empresas que farão parte da comitiva da ADJogosRS no BIG Festival 2017, em São Paulo, são 40 Giants, Aquiris, Canvas Games, Cupcake, Epopeiaed, Gênio Quis Games, Hammerfist, Hermit Crab, Imgnation, IzyPlay, MindTrick, Mr. Dev Studios, Revolver Game Studio, RiftPoint, Rockhead, SouthBox Studio, Utopia, Vox Studio e Zeepo.

banner_e3-expo

A E3 como piada dela mesma

 

A E3 tem como papel surpreender, criar expectativas e superá-las. Alimentar o público carente de novos jogos e jornalistas necessitados de hype para vender. Sinceramente, qual a última E3 que tivemos algo parecido com isto? Eu também não lembro…

Este ano tivemos uma das melhores conferências da Microsoft dos últimos anos, pelo simples motivo de ouvirem seu público e apresentarem jogos. Pode parecer redundante, mas nos últimos anos vimos muito mais tecnologias inovadoras e funções que pouco interessavam ao público que só pedia GAMES! Sua nova plataforma, chamada Xbox One X, demonstrou ser apenas um upgrade de hardware desnecessário, que apenas dá suporte à geração 4K e “diminui os loadings”. E assim como ano passado, a Microsoft joga a toalha de exclusivos, lançando seus jogos para o PC simultaneamente.

Na conferência da Sony, sofremos um gelo deles, com pouca interação e poucos títulos cativantes. Tivemos God of War, Shadow of Colossus, Uncharted, Life is strange, e em alguns momentos me perguntei em que ano estávamos, pois os títulos continuam o mesmo. Faltaram videos de gameplay de The Last of Us 2 e Red Dead Redemption 2, que o público aguardava. E, quem diria, o jogo que mais me agradou foi o Homem Aranha da Sony, mostrando um gameplay fluido como suas teias. Tivemos uma grande biblioteca de títulos VR, porém sem o destaque dos anos anteriores. Deixou transparecer que o apelo forte está em títulos AAA e que o máximo que teremos em VR será um simulador de pesca de Final Fantasy XV.

A Nintendo, após anos ignorando a E3  e lançando Nintendo Directs com suas novidades, decidiu se redimir. O primeiro momento foi quando Shigeru Miyamoto subiu no palco da Ubisoft, apresentando um jogo em que une forças com os Rabbids trazendo uma mistura de X-Com e Disgaea. Não bastando esta participação, a Nintendo apresentou uma conferência concisa, visando seu novo videogame Switch e trazendo títulos como Yoshi, Kirby, Mario e Metroid (após anos no limbo).

E os indies? Aonde estão? Sabemos que o mercado Indie cresce ano após ano, mas ao público da E3 não interessa isto. Queremos um show pirotécnico daqueles de deixar Michael Bay abismado; e foi isto que tivemos na primeira e memorável conferência da Devolver Digital. Seus jogos foram apresentados entre momentos de deboche da própria E3, que vão desde trejeitos e frases sempre utilizados, falsidade e seu apelo emocional para arrancar dinheiro do público. Foi ao mesmo tempo a mais real e surreal de toda a E3.

A E3 já possui a fama de “Aqui serão apresentados jogos que vocês não jogarão nos próximos anos”, com o custo enorme de projetos AAA e o tempo necessário para uma boa produção, nos próximos anos veremos gameplays dos mesmo títulos, com pouca empolgação e nenhuma surpresa. Ou alguém ainda acredita que Kingdom Hearts 3 e Final Fantasy VII remake serão lançados em breve?

A cada ano a E3 me surpreende menos, por apresentar sempre o mesmo espetáculo. Temos hoje o maior momento gamer do ano como uma sombra de E3 passadas, e como vimos pela Devolver, todos sabem disto.

 

 

OBS: Esta coluna não representa a opinião da ADJOGOS, e sim a do autor da postagem.

 

Foto: Nauro Júnior

ADJogosRS participa da 25ª Fenadoce, em Pelotas

A ADJogosRS participará, nos dias 17 e 18 de junho, da 25ª Fenadoce, em Pelotas. A Feira, que atrai milhares de visitantes ao Centro de Eventos da cidade ao Sul do estado, enaltece as tradições regionais mas, também, está com olhar sob a cultura pop e games com o Espaço Wombo Combo.

Sete empresas Associadas farão parte da comitiva que irá à Pelotas no último final de semana da feira: Epopeia, Canvas, Mindtrick, Izyplay, Utopia, Gênio Quiz e Hermit Crab. As desenvolvedoras irão exibir seus jogos no Espaço Wombo Combo para que os visitantes da Fenadoce possam experimentar as criações. Além disso, a ADJogosRS irá palestrar no evento sobre o mercado de games.

Crédito Foto: Nauro Júnior

LOGO-AD-JOGOSRS---FINAL

ADJogosRS realiza primeira confraternização de 2017

No próximo sábado, 10 de junho, a ADJogosRS realizará a sua primeira confraternização em 2017. O evento, que ocorre no Salão de Festas da Mindtrick a partir das 13h, tem como objetivo fomentar o networking e a troca de experiência entre as empresas associadas.

A programação também contará com uma mesa redonda informal, onde alguns pontos importantes serão debatidos, como novo edital da Ancine e preparatórios para o matchmaking que ocorrerá no BIG.

Logotipo

ADjogosRS apresenta nova estrutura na direção

A ADJogosRS  realizou uma reestruturação na direção da entidade no final de maio com novas eleições internas. A mudança ocorreu devido à renúncia de um dos integrantes, por questões pessoais. A nova estrutura é composta por Carlos Idiart como presidente da ADjogosRS, posição que já havia ocupado nas duas últimas gestões. Cassio Selig, da Mindtrick, segue como vice-presidente e Ivan Sendin, da Epopeia, assume como diretor executivo.

O setor financeiro segue com André Schaan, da Vox.  Como conselheiros da ADJogosRS estão:  Orlando Fonseca, da Imgnation, Everton Vieira, da Izyplay e Daniel Merkel, da Southbox.

“Apesar das mudanças o planejamento da entidade segue inalterado com diversas ações de fomento e inserção das empresas gaúchas de games no cenário nacional e internacional”, afirma Ivan Sendin.