ADJogosRS reúne 3 cidades para a etapa regional da Game Jam Plus 2019

 

Dos dias 02 a 04 de agosto, ocorre a Game Jam Plus 2019. O evento, que este ano tomou escala mundial e terá ao todo mais de 35 cidades participantes, teve dentre os vencedores de 2018 uma equipe gaúcha. Este ano, o Rio Grande do Sul terá, através de parcerias locais, três cidades sediando o evento, que elencarão um vencedor do RS através de júri e outro através de voto popular. Os vencedores disputarão a final nacional, que ocorre em novembro no Rio de Janeiro. Dentre as cidades participantes, Porto Alegre, Rio Grande e Caxias do Sul, a previsão é de que cerca de 100 participantes disputem a premiação.

O diretor executivo da ADJogosRS, Ivan Sendin, destaca a importância do evento para a associação e o alinhamento de expectativas para setor de jogos no Rio Grande do Sul.

“O evento tem um destaque no sentido que motiva os estudantes a colocarem em prática o que aprendem nas universidades, além do que muitas empresas surgem após a criação de jogos em Game Jam. Um segundo ponto que pode ser destacado é o reforço de parcerias da ADJogosRS, tanto para realização do evento quanto para a execução de mentorias após após a participação.”

, destaca Ivan, organizador da sede de Porto Alegre. A Game Jam na capital ocorre com parceria da UniRitter como sede do local. Já Mau Salamon, da associada Monster Crossing, organizador da sede de Caxias do Sul, reforça a importância da participação da cidade.

“Temos feito um trabalho muito grande de fomento da indústria de jogos aqui na serra. Iniciamos a cultura de Game Jam local e a inserção no cenário da Plus reforça a evolução que Caxias está tendo na indústria criativa e a seriedade com que encaramos o mercado de jogos.”.

Como premiação local, a parceria com a Universidade de Caxias do Sul garantirá ao vencedor da cidade R$ 12 mil em créditos estudantis para serem usados nos cursos de extensão, incluindo línguas, da universidade.

Qualquer pessoa pode participar da Jam, sejam desenvolvedores, programadores, artistas, gestores, profissionais de marketing, músicos, etc. Os ingressos são acessíveis, R$ 35,00 em Porto Alegre e Caxias, gratuitas em Rio Grande, e o montante arrecadado servirá para custear a ida de um dos membros do time vencedor para o Rio de Janeiro. A sede de Rio Grande conta ainda com uma ação social, onde através das entradas gratuitas permitirá o acesso de jovens do ensino público ao desenvolvimento de jogos.

“A Game Jam + será a primeira Jam dos alunos do projeto social Press Start, em conjunto com a FURG. Neste projeto, capacitamos os jovens de escola pública para iniciar na profissão de game designer.”

, comenta Rodrigo Grego, da Xondaro, organizador da sede de Rio Grande.

O que é uma Game Jam?

Basicamente, uma Game Jam é um evento semelhante e uma gincana, onde em 48 horas (caso da Game Jam Plus) os times, compostos geralmente por 2 a 5 pessoas, devem desenvolver um jogo, da pré-produção à apresentação de um pitch comercial. O apelo de desenvolvimento em curto prazo é muito semelhante a uma entrega real de mercado, com a dedicação exigida pela indústria. É uma excelente oportunidade para mostrar as qualidades de quem quer entrar profissionalmente no mercado de jogos.

Redação: Mau Salamon